O poder da Autorresponsabilidade

Atualizado: Jun 22

Conheço algumas pessoas que estão sempre culpando os outros, o mundo, por tudo de ruim que acontece com elas e pelas “vidas miseráveis” que levam. Geralmente são pessoas amargas, rancorosas e difíceis de conviver no dia a dia.


Os pais geralmente são alvos especiais desse tipo de pessoa. E o pior é que quando os pais possuem um sentimento de culpa a coisa só tende a escalar e o resultado para a relação muito dificilmente vai ser positivo.


Para mim, poucas coisas são mais propensas a levar alguém para o fracasso e para uma vida mal resolvida, sem paz, do que colocar a culpa do que acontece conosco em outras pessoas ou situações, até porque quando colocamos a culpa nos outros não tem nada que possamos fazer para resolver a situação, já que ela depende de outra pessoa ou de um fator externo.


Já quando assumimos a responsabilidade por tudo o que acontece nas nossas vidas, a solução do problema está conosco, depende de nossas decisões, pensamentos e ações. Gosto de pensar nisso como uma partida de pôquer, onde não temos como controlar as cartas que recebemos, mas podemos controlar o que fazemos com ela. A vida é exatamente assim: não temos como controlar onde nascemos, quem são nossos pais e nem as injustiças que nos afetam, mas podemos sim controlar nossas reações a elas.

É simplesmente libertador assumir a responsabilidade por tudo o que acontece em sua vida. A leveza na alma e a paz de espírito são as maiores conquistas para quem age dessa maneira.


Para algumas pessoas isso é natural e faz parte da sua maneira de ser. Felizmente, esse é o meu caso. Simplesmente não consigo sentir raiva de alguém ou algo pelos meus inúmeros fracassos eu tive e pelas constantes pancadas e decepções com que lido. Não consigo. E isso é libertador. Canaliza as energias não para encontrar culpados, mas para encontrar soluções.


Porém, para muitos isso não vem de maneira natural. Para essas pessoas é importante ter consciência de que é possível mudar e passar a encarar o mundo com uma lente diferente. O primeiro passo é ter consciência do problema. O segundo é escolher mudar. A partir daí é colocar em prática a nova persona prestando atenção nos pensamentos e escolhendo assumir a responsabilidade e as rédeas sobre o que acontece na sua vida, afirmando em cada ocasião que aconteça que só você é responsável tanto pela situação como pela maneira como você vai lidar com ela.


E aí, vai começar a praticar?




0 visualização

© 2020, Matx Academy | E-mail: marketing@matx.com.br