Quando a Razão vence a vaidade

Atualizado: 4 de Set de 2019

*Prefácio do Manual de Melhores Prática de Multipropriedade do SECOVI/SP escrito por Romeu Chap Chap

Quem hoje vê o turismo do Nordeste tão bem divulgado e articulado não imagina que nem sempre foi assim.


Pois não era. Anos atrás, o individualismo predominava. Havia aquela vaidade de se considerar o maior e o melhor lugar turístico do País. Cada estado nordestino, por seus governos e, particularmente, por suas entidades representativas no campo turístico-imobiliário, procurava se apresentar mundialmente como o melhor dos melhores.


Em 2004, o Brasil tornou-se a bola da vez do investimento externo no campo turístico. A Europa estava de olho no litoral do Nordeste e suas belíssimas praias. Grandes grupos hoteleiros internacionais investiam na construção de resorts e outros tipos de empreendimentos.


Diante disso, cada localidade tentava 'vender o seu peixe'. Entidades promoviam iniciativas para atrair o olhar estrangeiro, como foi o caso da Ademi-AL, presidida por Felipe Cavalcante, a quem tive a oportunidade de conhecer e de trocar ideias sobre as vantagens de fazer uma ação maior, integrando todos os Estados, e vender no 'atacado'. Conversa vai, conversa vem, e Felipe, com sua sensibilidade, entendeu e fez acontecer o bem-sucedido NE Invest.


Sempre frequentei eventos nacionais e internacionais. Congressos, seminários e feiras trazem informações valiosas e se constituem em poderoso networking.

Em 2005, no Salão Imobiliário de Lisboa, me deparei mais uma vez com a vaidosa disputa entre Estados. Lá estavam Felipe Cavalcante e Caio Calfat. Voltei a discutir a importância da unidade. E, novamente, Felipe entendeu: Brasil é uma coisa só. Reunir os Estados representaria uma força brutal. Assim nasceu, em 2006, a ADIT - Associação para o Desenvolvimento Imobiliário e Turístico do Nordeste.


Então, veio a crise internacional criada pela bolha imobiliária com a quebra do Banco Lehman Brothers. Os europeus recuaram. Não havia mais como se investir no litoral nordestino. Mas o mercado turístico-hoteleiro nacional era e é forte. Temos uma grande demanda doméstica; competentes empreendedores e operadores. Por que não abrigar o conjunto do setor sob um mesmo guarda-chuva?


Assim, a entidade se nacionalizou. E ampliou sua atuação, com foco no desenvolvimento dos mercados imobiliário, turístico e urbanístico dentro das melhores práticas nacionais e internacionais.

Parceira do Secovi-SP, a ADIT colabora com o aprimoramento do setor. Caminhamos lado a lado, com o objetivo de dinamizar a indústria imobiliária. Afinal, como sentenciou o estadista francês Charles de Gaulle, quando a construção vai bem, tudo vai bem num país.


Esta é mais uma página de nossa história imobiliária. Todos nós temos direito à individualidade. Egos existem. Mas quando deixamos de olhar apenas a árvore para enxergar a floresta, tudo muda de figura. E é assim nos engradecemos e fazemos coisas grandiosas. Sempre que a razão vence a vaidade todos saem vitoriosos.


Romeu Chap Chap

Ex presidente do Sicovi-SP e membro fundador da ADIT.

16 visualizações

© 2020, Matx Academy | E-mail: marketing@matx.com.br